Consórcio

Quer pagar menos em seu financiamento? Conheça essa estratégia nova que une consórcio e financiamento. 

empresa que pede adiantamento

Hoje em dia, cada vez mais e mais brasileiros estão usando os consórcios. Pode ser para adquirir um novo carro ou imóvel, ou então para fazer uma reforma programada há tempos em sua casa. Os consórcios estão apenas crescendo no cenário atual da economia. 

Em 2009, foi lançada a Lei dos Consórcios, e, com ela, você tem a possibilidade de abater seu financiamento imobiliário através dos consórcios.

Fizemos este guia para te ajudar a entender como fazer isso. Além disso, você vai entender as condições e pré-requisitos e, saber como escolher o melhor consórcio para você. 

Entretanto, para garantir que você saiba usar o que aprender aqui, vamos explicar direito o que é e como funcionam os consórcios. 

O que é um consórcio?

Primeiramente, os principais consórcios são os imobiliários e automotivos. Neles, um grupo de pessoas se unem e pagam todos os meses valores (não necessariamente iguais) à empresa responsável pelo consórcio. Então, esses valores são somados para comprar o bem de escolha do consórcio. 

A empresa responsável pelo consórcio faz sorteios do carro ou imóvel todos os meses entre os participantes. Aqueles que pagaram parcelas maiores têm mais chances de serem sorteados. Caso você participe de um, saiba que você pode ser sorteado tanto no primeiro mês de participação, quanto no último.

Acima de tudo, a maior vantagem dos consórcios é o não-pagamento de juros. Consórcios são autofinanciamentos, ou seja, os itens são comprados com o dinheiro dos contribuintes, por isso, não há juros visando lucro nesse processo. 

Então, além de ser mais benéfico para o seu bolso, em um consórcio, você tem a segurança de que receberá o bem, seja mais cedo ou mais tarde. A única cobrança que ocorre, em um consórcio, é uma taxa de administração.

Para entender qual a diferença entre consórcio e financiamento, entenda que um financiamento é quando você recebe o bem (seja um imóvel, um automóvel, etc) e, então, vai pagando o valor das parcelas, que depende da taxa de juros.

Enquanto isso, num consórcio, não há prazo definido para o recebimento da carta de crédito. Pode ser que aconteça na primeira parcela, na última ou em qualquer uma no meio disso.

Você encontra financiamento em qualquer instituição financeira (praticamente), por outro lado, consórcios apenas com administradoras de consórcios.

Como usar o consórcio para baratear seu financiamento?

Primeiramente, saiba que a lei 11.795/2008 (Lei dos Consórcios) e também o Banco Central permitem que você barateie seu financiamento imobiliário através de um consórcio ou qualquer tipo de carta de crédito.

Entretanto, para poder fazer isso, é sempre necessário que você cumpra alguns pré-requisitos. São eles:

  • Você só pode utilizar um consórcio com esse propósito se ele e o financiamento forem de um mesmo bem. Ou seja, você só pode utilizar um consórcio de casa própria se estiver em um financiamento de imóveis também;
  • O consórcio (ou a carta de crédito entregue por ele) deve ser de, no mínimo, o mesmo valor que o financiamento;
  • O consórcio deve ser de, pelo menos, a partir de 2010;
  • As partes envolvidas devem estar de acordo com o uso do consórcio para baratear o financiamento;
  • Essa questão deve estar escrita no contrato antes de você assiná-lo;
  • Além disso, você não pode ter nenhuma dívida em aberto com ninguém e nem ter seu nome sujo no Serasa ou SPC.

Qual o benefício dessa operação?

Além de tudo o que já foi dito neste artigo, você também economiza ao adquirir o bem desejado. Isso porque, quando você usa o consórcio e quita o seu financiamento, você recebe um desconto nos juros cobrados. Dessa maneira, ao usá-lo, você acaba gastando menos dinheiro que se tivesse continuando a pagar o financiamento. 

Procurando por consórcio imobiliário? Conheça a Rede Oeste!

Se você está interessado em pegar um consórcio, veja as condições que a Rede Oeste oferece:

  • Crédito liberado rapidamente ao ser contemplado;
  • Atendimento pessoal;
  • Variedade de opções para fornecedor e bem;
  • Muitas opções de prazo;
  • Parcelas que vão de acordo com seu orçamento;
  • Sem cobrança de juros;
  • Assembleias da empresa com opção de assistir presencialmente ou online.

Além disso, as parcelas começam em R$235,81, e você pode dividir em até 92 parcelas. Mais importante, você consegue consórcio para imóveis que sejam avaliados em até R$312 mil. 

Então, gostou do nosso conteúdo? Nós do UTUA esperamos sempre te ajudar a melhorar sua vida financeira e, para isso, precisamos escrever conteúdos de valor que te deem conhecimento para agir e gerar resultados. Qualquer crítica, elogio ou sugestão são sempre bem-vindos nos comentários. Obrigado!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*