Divulgação: Bolsa Família

Teve seu benefício do Bolsa Família bloqueado? Entenda aqui quais são os motivos desse bloqueio e descubra o que fazer para sair dessa situação!

Divulgação: Bolsa Família
Divulgação: Bolsa Família

O Bolsa Família ajuda milhares de famílias brasileiras que estão em situação de pobreza e extrema pobreza.

Por isso, ao ocorrer algum imprevisto com o recebimento do benefício, a situação financeira pode acabar apertando, não é mesmo?

Pensando nisso, para evitar que essa situação aconteça com você, nós preparamos este artigo para explicar em quais casos o benefício pode ser bloqueado e como você deve agir. Fique atento e confira!

Meu Bolsa Família foi bloqueado, e agora?

Primeiramente, é preciso saber que os bloqueios ocorrem quando há alguma irregularidade no cadastro.

Isso pode acontecer por diversos motivos, por exemplo:

  • Criança deixa de ir à escola ou tem número elevado de faltas;
  • Aumento da renda familiar;
  • Pessoa do grupo familiar começa a trabalhar com carteira assinada;
  • Cadastro desatualizado no CadÚnico.

Se você não se enquadra em nenhuma dessas situações acima e ainda assim teve seu benefício bloqueado, mantenha a calma!

É possível que tenha ocorrido algum erro no sistema, e, nessas situações, é importante procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua cidade.

É no CRAS que todas as informações referentes ao benefício do Bolsa Família serão dadas, e lá os atendentes lhe darão toda a assistência necessária para resolver o problema.

É importante lembrar que, em razão da pandemia da Covid-19, o cancelamento dos benefícios está suspenso até o dia 31/12/2020, data em que termina o decreto de calamidade pública.

Atendimento telefônico

Caso deseje tratar sua questão pelo telefone, há dois números disponíveis:

  • 121
  • 0800 707 2003

Relembre o que é o Bolsa Família

O Programa Bolsa Família foi criado em 2003 e tem como objetivo prestar auxílio às famílias em extrema pobreza e em estado de pobreza.

Essas famílias são caracterizadas assim de acordo com os seguintes parâmetros:

  • Família em extrema pobreza: renda mensal por pessoa de até R$89,00;
  • Grupo familiar pobre: renda mensal por pessoa a partir de R$89,01 até R$178,00.

Para ter direito ao benefício, é necessário estar inscrito no CadÚnico. Para saber se você já está inscrito no Cadastro Único ou ainda atualizar seu cadastro, basta clicar no botão abaixo e conferir todos os detalhes!

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*