Financiamento Caixa

Por causa do coronavírus, a Caixa tem tomado atitudes para ajudar os empregados do ramo de construções. 

Financiamento Caixa

No dia 09/04, a Caixa Econômica Federal comunicou que novos contratos de financiamento imobiliário terão seis meses de carência, tanto para quem é PF (pessoa física) quanto PJ (pessoa jurídica).

Essa é mais uma das medidas adotadas pelo banco estatal na área de crédito imobiliário. Certamente, isso visa diminuir os efeitos do vírus na economia. 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que por volta de 1,2 milhão de empregos serão salvos por causa desses seis meses de carência para pessoas e empresas.

Além disso, ele ainda deixou uma mensagem para as companhias do ramo: “Temos um compromisso com as construtoras, mas não aceitaremos demissões, queremos proteção para o funcionário. Se o funcionário enfrentar problemas ou houver demissões essas regras não valem para a empresa” falou em uma coletiva de imprensa. 

Cenário atual, segundo a Caixa

Por enquanto, a Caixa destinou R$43 bilhões a programas de crédito imobiliário. Entretanto, outros R$111 bilhões já foram anunciados que serão divididos em outras linhas de crédito. 

“Isso nunca aconteceu e a Caixa mostra alinhamento com o momento de crise que o país enfrenta. Parte da nossa base de clientes é de pessoas com menor renda, por isso, todas as medidas que estamos anunciando valem para todos os clientes em todas as linhas de renda incluindo pessoas jurídicas. Nossa preocupação é com a manutenção de empregos, com os empréstimos e com o programa habitacional. São um total de R$ 154 bilhões para auxiliar os brasileiros. Vamos manter o equilíbrio nesse momento”, disse Guimarães. 

Outro ponto que Guimarães falou: os prazos serão estendidos e as medidas, flexibilizadas, caso a crise continue por mais tempo.

“A Caixa vai agir e reagir à crise. Se a situação ficar mais grave, poderemos sim ampliar as linhas de crédito para garantir o auxílio a todos”, comentou.

Veja algumas das atitudes anunciadas pela Caixa no setor de crédito imobiliário

Para Pessoas Físicas

Primeiramente, para quem é Pessoa Física, a Caixa liberou as seguintes opções:

1. A principal atitude é o período de carência de 180 dias (ou 6 meses) para aqueles que querem comprar um novo imóvel. “A novidade vale para qualquer cliente da Caixa, sendo Minha Casa Minha Vida ou média renda. Estamos dando uma folga para o brasileiro realizar o sonho da casa própria”, comentou o vice-presidente de Habitação da Caixa, Luiz Mahl.

2. Com relação a contratos de crédito (sendo válido para todas as linhas de crédito da Caixa e para todos os seus clientes), os usuários podem requerer uma pausa de, no máximo, 90 dias (ou 3 meses) no pagamento desses contratos. “De clientes do Minha Casa Minha Vida aos clientes de média renda, todos estão contemplados”, afirma Mahl.

Entretanto, se o cliente não quiser pausar o pagamento de suas parcelas, a partir do dia 13/04 (segunda-feira), a Caixa disse que começará a fazer o pagamento da primeira parte das parcelas. “Nesse caso, o cliente precisa entrar em contato com a Caixa por telefone e informar sua opção e o valor do pagamento”, comentou. 

Certamente, se quiser entrar em contato com a Caixa, ligue no número 0800-726-0101. 

3. Aqueles que estão construindo individualmente suas próprias casas terão acesso a vistorias digitais, para que tanto os funcionários quanto os clientes estejam mais seguros quanto à contaminação. 

4. Aqueles que estão inadimplentes com relação a contratos de crédito, há mais de 60 dias sem pagar as parcelas (valendo a partir do dia 09/04), têm acesso a uma pausa nos pagamentos também por um período de 90 dias (3 meses).

Palavras do Vice

“Esses clientes serão contatados ou podem entrar em contato com a Caixa para solicitar o serviço temporário. Nosso objetivo evidente é manter os contratos da Caixa ativos e, ao mesmo tempo, passar por esse período. Por isso, queremos dar a condição para os clientes, mesmo o que tem prestações atrasadas”, comentou o vice-presidente.

Acima de tudo, as demais medidas começam a valer a partir do dia 13/04, segunda-feira. 

Interessado nas medidas da Caixa durante a crise? Sabia que o presidente do banco estatal disse que quer cortar TODOS os juros? Clique abaixo para saber melhor!

E então, gostou do nosso conteúdo? Nós do UTUA esperamos sempre te ajudar a melhorar sua vida financeira e, para isso, escrevemos conteúdos de valor que te deem conhecimento para agir e gerar resultados. Qualquer elogio, crítica ou sugestão são sempre bem-vindos nos comentários. Obrigado!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*